Álcool gel caseiro: entenda os perigos para sua família<

Álcool gel caseiro: entenda os perigos para sua família

2 alertas importantes para não fabricar álcool gel caseiro

As receitas de álcool gel caseiro têm gerado grande curiosidade na internet, por se apresentarem como uma opção mais barata às encontradas nas prateleiras dos supermercados e farmácias. No entanto, a fabricação doméstica de álcool pode resultar em acidentes, além de não oferecerem a assepsia correta para te proteger.

Nas fórmulas que circulam pelas redes sociais é possível encontrar sugestões que misturam o álcool com gel para cabelo, gelatina incolor e até mesmo amido de milho para conseguir a textura desejada. Mas, o que todas essas receitas esquecem de mensurar é a capacidade do álcool gel caseiro de cumprir com as propriedades anti sépticas e o risco que eles representam. 

Mas para não cair em qualquer conversa é preciso entender quais são os diferenciais dos produtos corretamente industrializados para escolher a melhor opção para a saúde da sua família. 

O álcool gel caseiro funciona?

Para que haja eficácia no combate aos microorganismos o álcool deve ter uma concentração de 70% de volume de álcool, garantindo o rompimento das membranas das bactérias e vírus de superfície. 

Mas, quando se mistura o álcool com outros ingredientes, mesmo que ele tenha a concentração correta, não se pode garantir que o resultado final terá bom desempenho na prevenção, isso porque o acréscimo de outros ingredientes pode mudar a concentração, que sem auxílio de apuração laboratorial não pode se mostrar eficaz. 

Fazer receitas caseiras pode ser perigoso

Além dos problemas já levantados, sobre a eficiência do álcool gel caseiro, o ato de fazer receitas em casa pode trazer grande perigo para a sua família. 

O primeiro deles é o risco de reações adversas ao misturar o álcool com outros materiais, sem que se tenha conhecimento químico. 

Isso pode ocasionar ingestões e intoxicações de crianças e pets, além da irritação da pele e de mucosas. 

Outro motivo muito importante para não realizar a fabricação caseira de álcool gel é o fato de que esse produto é altamente inflamável e, quando levado à procedimentos com calor, podem causar queimaduras e até mesmo incêndios. 

Agora que você já está bem informado sobre os perigos da produção de álcool gel caseiro, faça uma escolha inteligente e decida pelo que é melhor para a sua família. 

A melhor proteção é o amor. ?

 

Continue nos acompanhando para conferir mais informações!

Comentários

AE Digital Facebook Instagram